domingo, outubro 29, 2006

DESASTRE NACIONAL

Concordando com o desaparecido Sessé, que deve estar trabalhando muito para não passar por aqui e deixar um abraço:

O Brasil acaba de se tornar uma nação de cumplices.

3 comentários:

Marcos C. disse...

Carl ainda somos 40 milhões de não cumplices. A luta contra o LuloPetismo deve e tem de continuar.
Um abraço

Sessé disse...

Oi.
Realmente, desculpem a ausência de comentários. Tem sido de segunda a segunda, em múltiplas funções, às vezes das 07:00 ás 23:30.
Mas passo pelo blog, não me furtei em votar no Carl e recomendar aos amigos que fizessem o mesmo (eleição esquisita essa... nada mudou).
A luta continua (desculpem o chavão de esquerda).

Luís Ricardo disse...

Num país em que pessoas acham natural abrir pacotes no supermercado antes de pagar (e não pagam), molhar a mão do guarda, mentir sobre a idade dos filhos no cinema, comprar CDs e DVDs piratas, sonegar imposto, dar um "tapinha na pantera", ficar com o celular que alguém perdeu e outras coisas, é mais natural que se tornem cúmplices deste descalabro.
Uma vez perguntei para um amigo, evangélico, por que a humanidade teria que "herdar" o pecado de Adão (o dito Pecado Original)? Se nas leis humanas a dívida não passa do devedor, por que a Lei Divina seria mais rígida? Ele me respondeu: cada um de nós traz este pecado porque ele faz parte de nós. Qualquer um de nós, se estivesse no lugar de Adão, faria a mesma coisa.
Não cabe aqui discutir se a doutrina evangélica está certa ou não. Mas o argumento é bem lógico, e cai como uma luva nesse caso. Se as pessoas são capazes de pensar que fariam como os ilustres petistas se tivessem oportunidade, não podem se escandalizar com os "desvios éticos" (no vocabulário petista).
Há muito se vive uma crise moral neste país. Esta eleição serviu para revelá-la em números.