quinta-feira, novembro 16, 2006

O QUE MAIS FAREMOS COM NOSSAS CRIANÇAS?

Leio no jornal que uma menina de 21 anos morre na busca de seu sonho. Uma criança, recém saída da proteção da mãe, que sofreu por ter sido abençoada com a beleza. A benção de Deus que vira maldição nas mãos do homem.

Homem que maltrata, que explora, que usa, que abusa de meninas de 13 anos, forçando-as a viver perigosamente subnutridas, utilizando sua auto-estima como instrumento de controle e escravidão. As agências de modelos, criadoras de gado, isto mesmo caro leitor GADO, tratam crianças como objetos, mercantilizam suas vidas, exploram-nas com truques sujos, afastam-nas de suas famílas e jogam a carne aos leões.

Vivi por anos os dramas destas meninas, sua batalha diária, longe das famílias, sem dinheiro, sem trabalho fixo, pulando de teste em teste, fazendo qualquer coisa para um lugar ao sol. Mas para cada Gisele Bundchen, milhares sucumbem no caminho.

Que raio de espécie que explora seus filhotes é a nossa?

Pensar que uma menina branca, educada, linda tem menos problema com a exploração de seu trabalho que a menina negra, semi analfabeta alugada nos semáforos, é ignorar que o trabalho infantil é uma realidade mais comum do que parece.

Sinto pela modelo Ana Carolina, sinto por sua família. Mas sinto mais por aquelas presas nesta engrenagem sórdida da indústria da moda. A que enxerga uma criança como um cabide ambulante.

Um comentário:

Angelo da C.I.A. disse...

Em casos como este, deveria ser possível condenar os pais da criança.