terça-feira, agosto 08, 2006

"OBRIGADO SR. PRESIDENTE"

Há alguns meses, esta é a frase de abertura do dia na Cidade de Deus em Osasco, num complexo de seis prédios na Estação Conceição do Metro Paulistano ou na Marginal Pinheiros.

São milhares de trabalhadores brasileiros que experimentaram, sob o governo do primeiro presidente operário, o crescimento de suas empresas, dos negócios e consequentemente, de seus empregos, carreiras e rendas. Parabéns ao Governo Lulla, cumpriu sua promessa de melhorar a vida dos brasileiros. "Vida longa ao presidente" cantam os engravatados trabalhadores. Engravatados?

Sim caro leitor, engravatados. Pois o presidente não cumpriu exatamente sua promessa de campanha. Afinal, ele prometeu cuidar de outro tipo de empresa, outro tipo de empresarios e outro tipo de empregos.

Mas todo crescimento é bem vindo, mesmo que indústrias exportadoras estejam falindo, mesmo que não resulte em ganhos com produção, mesmo que não tenha resultado em investimentos, mesmo que venha dos altos juros que atrasam este país e emperrem a produção.

Vai ver eu é que entendi errado, as promessas de Lulla eram mesmo destinadas ao Bradesco, ao Itaú e ao Unibanco.

Errado sou eu, que saí deste mercado em 91

Lucro do Bradesco cresce 19,5% no semestre
Lucro do Itaú cresce 19,52% no semestre
Lucro do Unibanco cresce 29,69% no primeiro trimestre
Mais matérias sobre lucros bancários do Estadão

3 comentários:

Anônimo disse...

eu gostaria de saber o resultado da nova pesquisa cnt/sensus 08/08
obrigado.

PM Corrupto disse...

virou comunista agora? postzinho patético...

Ari disse...

O Presidente Jamanta (Jamanta não sabe... Jamanta não viu...) deverá sugerir em breve a adoção do referencial temporal A.L. / D.L. , obviamente "Antes de Lulla" e "Depois de Lulla" . O mundo nasceu (na visão apedeuta) em 1º de janeiro de 2003. Fora, Jamanta !!!